+244 938 695 730 | +244 915 254 704 | Brasil: +55 21 3172-2828 reservas@atbt.com.br

No último fim de semana, em São Paulo, ocorreu a terceira edição do Lollapalooza Brasil, festival de música criado nos Estados Unidos, na década de 90 por Perry Farrell, líder da banda Jane’s Addiction. O festival é um dos maiores festivais de música alternativa do mundo e, como um bom festival, oferece uma experiência única.

Tal experiência, no entanto, pode ser vivenciada em muitos lugares do mundo e de maneiras muito diferentes. Confira aqui possíveis destinos de viagem para aproveitar bons festivais e voltar de alma lavada!

Criado nos anos 70 no vilarejo de Pilton, em Somerset, Inglaterra, o festival é, hoje, o maior do Reino Unido e, certamente, um dos mais prestigiados do mundo. Seu criador é Michael Eavis, que realiza o evento anualmente em sua própria fazenda.

A primeira edição do Glastonbury foi fortemente incentivada pelo movimento hippie e teve como sua principal atração o rock progressivo do Jethro Tull. Nesse ano, no entanto, o festival teve outro nome: Pilton Pop, Blues & Folk Festival.

Foi em 1971 que o evento começou a formar a identidade que carregaria até hoje. Com a ajuda de grandes nomes da música, incluindo Gilberto Gil, que se encontrava exilado em Londres, a fazenda de Eavis recebeu nada menos do que David Bowie em seu principal show.

De lá para cá, foram mais de 20 edições e de shows memoráveis.

South by Southwest

Se você espera que a experiência de um festival vá muito além da música, o South by Southwest é a melhor opção. Organizado em Austin, no estado norte-americano do Texas, desde 1987, o evento hoje em dia dura cerca de dez dias.

As atrações passam pela música, é claro, pelo cinema e também pela parte “interativa” do festival, onde empreendedores discutem novas tecnologias e apresentam suas empresas.

O SXSW, como é carinhosamente tratado por quem o frequenta, apresenta não só o melhor da nova música dos Estados Unidos como, também, proporciona uma inigualável experiência cultural por toda a cidade de Austin.

Mawazine

Pouco conhecido no circuito ocidental, o Mawazine acontece anualmente em Rabat, capital do Marrocos. O festival tem pouco mais de dez anos e tenta cumprir a missão de mudar a imagem do país frente ao público internacional.

Embora a maioria das atrações seja composta por artistas africanos, sobretudo aqueles de colonização francesa, o Mawazine tem crescido e, nos últimos anos, já trouxe grandes nomes como Lionel Richie, Lenny Kravitz, Rihanna e David Guetta.

Quilmes Rock

Nossos vizinhos argentinos sediam, desde 2002, o Quilmes Rock. Embora mais recente, o festival pode ser uma grande opção para os amantes do rock mais clássico.

Tendo sempre recebido um pesado investimento por parte de seus donos, o festival só deslanchou em 2007. De lá para cá, nomes como Aerosmith, Bad Religion, Iron Maiden, Foo Fighters e Arctic Monkeys já se apresentaram para nossos Hermanos e a tendência é que o público aumente a cada edição.

Caso você nunca tenha pensado em viajar para curtir um festival, talvez agora seja a hora de passar a levar isso em consideração.

Share This