+244 938 695 730 | +244 915 254 704 | Brasil: +55 21 3172-2828 reservas@atbt.com.br

Em julho, a Azul volta a adicionar novos voos e a reabrir bases de operação em todo o País. Com a consolidação dos novos protocolos de higiene e oferecendo alternativas a quem precisa se locomover entre cidades, a companhia retoma suas operações, no dia 6, em Guarulhos (SP), Marília (SP) e Maceió (AL). Em 13 de julho, os serviços para João Pessoa (PB) e Maringá (PR) serão retomados e, em 21 de julho, para Porto Seguro (BA).

Ao todo, a Azul deve operar 242 voos diários em dias de pico em julho, o que representa um acréscimo de 42% frente à malha que está sendo operada neste mês. As passagens para os novos voos já estão disponíveis em todos os canais oficiais da aérea.

Incluindo a reabertura das sete bases, a transportadora deve operar 23 novos mercados em julho, com destaque para as rotas inéditas Santos Dumont-Recife e Santos Dumont-Cuiabá. Em Belo Horizonte, a companhia volta a oferecer ligações diretas para Guarulhos, Recife, Salvador, Brasília, Porto Seguro e Belém, chegando a cerca de 20 voos diários. O Recife terá voo direto para o Rio, Teresina, João Pessoa, Maceió, Guarulhos e Belo Horizonte, fazendo com que o centro de conexões do Nordeste chegue, em média, a 22 decolagens por dia. Já Manaus volta a ser conectado com Belém e Porto Velho, enquanto Cuiabá receberá importantes incrementos para Campo Grande, Guarulhos e Rio.

Principal base operacional da Azul no País, Campinas terá operações para Porto Seguro, Maringá, Sinop (Mato Grosso), Chapecó e Marília, além do aumento de capacidade nas decolagens para Bauru. Com as adições, o aeroporto campineiro terá 62 voos diários para 33 destinos.

“A malha que estamos construindo para julho fortalece a conectividade da Azul para todas as regiões do País, reconectando o Brasil por meio do modal aéreo. Sabemos que o transporte aéreo é essencial e fundamental para contribuir com a retomada da economia e estamos prontos para, junto com as novas medidas de higiene e protocolos sanitários, voar para cada região”, afirma o vice-presidente de Receitas da aérea, Abhi Shah.

Fonte: Portal Panrotas

Share This