+244 938 695 730 | +244 915 254 704 | Brasil: +55 21 3172-2828 reservas@atbt.com.br
O governo da Espanha reabriu as fronteiras para a entrada de turistas estrangeiros vacinados contra a covid-19. A medida vale para uma série de países mas deixa de fora os brasileiros, que assim como os sul-africanos ainda enfrentam restrições e são classificados como regiões de “sério risco epidemiológico”, por conta das variantes do vírus que circulam nesses territórios.

A decisão do governo espanhol foi divulgada pela agência de notícias RFI, que deu mais detalhes sobre a flexibilização. De acordo com a nova postura das autoridades espanholas, a exigência que vigora agora é que a vacina seja aprovada pela União Europeia ou pela OMS (Organização Mundial de Saúde) e que a última dose tenha sido tomada com no mínimo 14 dias de antecedência da entrada no país europeu.

A decisão de permitir a entrada de pessoas imunizadas na Espanha foi anunciada pelo primeiro-ministro Pedro Sánchez. A ideia do governo espanhol é viabilizar a retomada do Turismo no verão, que vai de junho a setembro no hemisfério norte e responde pela maior parcela do faturamento anual do setor.

MAIS DETALHES

Desde 24 de maio, a Espanha permite que turistas de 10 países fora da União Europeia considerados de baixo risco entrem sem um teste PCR negativo para coronavírus.

Para os viajantes que vem de outros países além desses 10, um dos critérios definidos pelo governo é que todos estejam completamente imunizadas com uma das vacinas aceitas pela Agência Europeia de Medicamentos ou pela OMS. Esses critério poderia, permitir a entrada de brasileiros. No entanto, o governo espanhol deliberou que a entrada de pessoas vindo tanto do Brasil quanto da África do Sul continue proibida para se evitar a transmissão de novas variantes da Covid-19.

Além disso, o certificado de vacinação deve conter as informações pessoais dos viajantes e dados sobre a aplicação da vacina, especificando o laboratório, a quantidade de doses e a data em que foi administrada. É necessário que o documento esteja nos idiomas espanhol, francês, alemão ou inglês.

A CoronaVac foi aprovada para uso emergencial pela OMS na semana passada. As duas outras vacinas aplicadas no Brasil, Pfizer e AstraZeneca, já têm aprovação da organização.

SITUAÇÃO SERÁ REVISADA EM 22 DE JUNHO

De acordo com o governo espanhol, haverá uma revisão da situação de Brasil e África do Sul em 22 de junho. A depender do quadro pandêmico no País, os europeus podem dar o sinal verde para entrada provenientes de voos direto.

Fonte: Portal Panrotas


Share This