O Conselho de Ministros da Itália autorizou a prorrogação do decreto que determinava o estado de emergência no país por conta da pandemia de covid-19 até 31 de março de 2022. Já as restrições de viagens e entrada no país seguem pelo menos até 31 de janeiro. A informação foi confirmada pelo Escritório do Turismo da Itália no Brasil.

O decreto mantém as medidas vigentes para combater a crise sanitária, como a autorização de suspender atividades e impor lockdown de acordo com a situação epidemiológica local. O trabalho remoto para funcionários mais suscetíveis à covid-19 será mantido.

O governo ainda está autorizado a vetar viagens internacionais turísticas e com motivos não justificados de e para países que sejam considerados “áreas de risco”. A única exceção são as viagens por motivos justificados e comprovados ou de italianos que tenham residência fixa no país.

O documento não inclui a obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre quando o cenário estiver mais controlado.

Desde a metade de outubro, a Itália vem enfrentando um recrudescimento da pandemia. O surgimento da variante Ômicron causa ainda mais preocupação no país, que incentiva o reforço com a terceira dose das vacinas.

Share This