A Azul, Gol e Latam foram notificadas pelo Procon-SP para que expliquem o aumento das taxas de bagagem despachada que aconteceu nos últimos 30 dias. De acordo com o órgão, as companhias terão que esclarecer os itens que compõem o valor do serviço e quais deles serão cobrados do consumidor.

O Procon também pede informações sobre a relação de custo administrativo e custo de transporte que vão sofrer a aplicação do aumento. As empresas tem até terça-feira (12/04) para responder a notificação.

Novas tarifas de bagagem despachada

A Azul foi a primeira companhia a reajustar os preços das bagagens, no dia 10 de março, e foi seguida pelas demais. O valor da 1ª peça subiu de R$ 80 para R$ 90 se comprada com antecedência de pelo menos 48h para a viagem, um aumento de 12,5%.

Seguindo a Azul, a Latam subiu os preços das bagagens no dia 14 de março, apenas 4 dias depois. A mala de até 15 kg, um serviço exclusivo da empresa, passou a custar a partir de R$ 75 se comprada com antecedência ao invés de a partir de R$ 55, uma variação de 36%. A bagagem de 23 kg também ficou mais cara e agora custa a partir de R$ 95 ao invés de a partir de R$ 90 também se adquirida com antecedência, um ajuste de mais de 5%.

Por fim, a Gol anunciou novos valores para despacho de bagagem no último dia 5. O primeiro volume despachado subiu de R$ 80 para R$ 95 para quem comprar com antecedência, um aumento de mais de 18%.

Os preços para despachar a segunda mala também foram reajustados em alguns casos, assim como os valores para despachar bagagens em voos internacionais e para quem comprar o serviço com menos de 48h da viagem, ou seja, sem antecedência. A Gol teve a maior variação entre as três empresas: a primeira mala em viagens internacionais subiu de R$ 100 para R$ 199 para quem comprar com antecedência – praticamente dobrou!

Os viajantes continuam podendo levar uma bagagem de mão de até 10 kg sem nenhum custo independente da tarifa adquirida.

O que dizem as empresas

Procurada pela Agência Brasil, a Azul disse que prestará os devidos esclarecimentos quando receber a notificação. A Latam informou que “foi notificada e prestará os esclarecimentos necessários ao Procon-SP”. Através de nota, a Gol informou que vai se manifestar à notificação nos autos.

 

Fonte: Melhores Destinos, com informações dos portais Agência Brasil e Procon-SP.

Foto: Divulgação

Share This