Governo estuda programa para baixar tarifa aérea: “uma revolução”

16 mar 2023 | Notícias

Um plano para vender passagens aéreas a preços mais acessíveis ao consumidor está sobre a mesa do ministro de Portos e Aeroportos, Marcio França (PSB). Em entrevista ao jornal Correio Braziliense, o ministro afirmou que a ideia é ter passagens aéreas que custem, em média, R$ 200 para um grupo de beneficiários composto por: aposentados, funcionários públicos e estudantes.

Na entrevista, França contou que a ideia partiu do presidente Lula (PT), que alegou querer ver mais passageiros e movimentação nos aeroportos brasileiros. O dirigente disse também que será uma revolução no mercado brasileiro e que a estratégia do governo está vinculada a preencher a ociosidade na oferta das companhias.

“A meta é encontrar passagens a R$ 200 o trecho em qualquer lugar do País. […] As companhias brasileiras chegam na faixa de 30 milhões de passageiros, cada uma delas, operando com 78% a 80% de vagas ocupadas. Outros 20% saem vazios. Queremos essas vagas para pessoas que não voam”, disse o ministro na entrevista.

O líder da pasta explica ainda que o benefício será voltado a consumidores com salário de até R$ 6,8 mil e que haverá limite de compra por passageiro: duas passagens por ano. Passagens para janeiro, dezembro e julho devem ficar fora da oferta. “Ou seja, duas idas e vindas para qualquer lugar, o que daria R$ 800 ou 13 prestações de R$ 72. Esta é a meta”, disse ao jornal brasiliense.

A venda aconteceria por aplicativo vinculado a um dos bancos estatais (Caixa ou Banco do Brasil). Dessa forma o governo não ficaria responsável por subsidiar as passagens e apenas por organizar os acordos com as aéreas.

França diz estar otimista com os indícios do projeto e acredita que as aéreas nacionais devam demonstrar interesse em breve.

 

Fonte: Panrotas

Últimas notícias

Israel implementa visto eletrônico para brasileiros

Israel implementa visto eletrônico para brasileiros

Brasileiros precisarão preencher uma autorização eletrônica de viagem antes de entrar em Israel. A medida entrará em vigor a partir de agosto de 2024. O Ministério de Turismo de Israel anunciou a implementação do novo sistema de Autorização Eletrônica de Viagem...

ler mais
Voo cancelado: o que fazer e quais os seus direitos

Voo cancelado: o que fazer e quais os seus direitos

É uma experiência que está entre os piores imprevistos de uma viagem: quando menos se espera, a companhia aérea avisa que o voo foi cancelado. Ou, em uma situação também inconveniente, o voo até sai, mas atrasa tanto que você acaba perdendo a conexão. Um cancelamento...

ler mais
Share This