Nesta semana a Anvisa emitiu uma Nota Técnica ao Comitê de Ministros signatários da Portaria Interministerial 666/2022 recomendando o fim imediato da exigência do preenchimento pré-embarque da Declaração de Saúde do Viajante (DSV) e o teste para entrada no Brasil. A agência sugeria que tais mudanças já poderiam ser implementadas preferencialmente a partir de 1º de maio de 2022.

Porém, o governo resolveu antecipar e a medida está valendo – a decisão foi publicada em uma edição extra do Diário Oficial da União.

Os viajantes não vacinados continuam tendo que apresentar um teste negativo para embarque.

 

Fonte: Passageiro de Primeira

Foto: Canva

Share This