Carteira de Vacinação Internacional – para que serve e como emitir online

2 fev 2024 | Notícias

O Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), também conhecido como Carteira de Vacinação Internacional, é um documento bastante importante na vida do viajante, se tornando obrigatório quando o destino é um país que exige a vacina contra a febre amarela. A boa notícia é que é possível emitir o documento pela internet no conforto da sua casa, assim evitando filas. Confira informações para tirar a sua Carteira de Vacinação Internacional online e aproveite para esclarecer dúvidas sobre a febre amarela!

Emitir a Carteira de Vacinação Internacional online – Passo a passo!

1. Tome a dose integral da vacina

Guarde o comprovante, ele será necessário para solicitar o seu certificado internacional. A vacina da febre amarela deve ser tomada no mínimo 10 dias antes da viagem. Caso tenha perdido o comprovante, procure a unidade de saúde onde se vacinou e solicite uma segunda via.

2. Cadastre-se no Portal de Serviços do Governo Federal

De acordo com o site da Saúde e Vigilância Sanitária brasileira, quem tomou a vacina contra a febre amarela a partir de 30/12/2022 já pode emitir o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) pelo aplicativo Meu SUS Digital.

Para acessar o documento, basta entrar no aplicativo, no ícone “Vacinas”. Há alguns casos de pessoas que tomaram a vacina antes dessa data e cujo certificado também apareceu automaticamente no Meu SUS Digital.

Caso o CIVP não apareça no aplicativo, ele deve ser solicitado à Anvisa pelo portal Gov. Se não for cadastrado, será preciso preencher dados como nome completo, CPF, número de celular e e-mail.

3. Solicite o certificado internacional de vacinação

Clique na opção onde está escrito: “solicitar”. Preencha seus dados pessoais e, ao final, anexe seu documento de identidade. Pode ser uma foto ou arquivo digitalizado, desde que não ultrapasse o limite de 5MB. Será gerado também um protocolo.

Na sequência será necessário preencher as informações da vacina da febre amarela. É obrigatório informar qual o lote da vacina e em qual data foi tomada a dose única. Depois é só anexar imagem do comprovante da vacina.

Em alguns casos em que o viajante já tenha tirado anteriormente o CIVP mas perdido o documento, basta escolher a opção “desejo recuperar meu CIVP emitido presencialmente”.

4. Pronto!

Depois é só aguardar a análise da Anvisa, que deve dar um retorno em até 5 dias úteis. Sendo aprovado, o seu certificado estará disponível para download.

A primeira via do Certificado Internacional de Vacinação pode ser impressa em casa pelo Portal de Serviços.

O arquivo também será enviado no e-mail cadastrado. O viajante deve estar com uma cópia impressa e assinada do CIVP (normalmente o documento digital não é aceito).

O que é o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP)?

O Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) é um documento que comprova a vacinação contra doenças, principalmente a febre amarela, conforme definido no Regulamento Sanitário Internacional.

Quais países pedem a Carteira de Vacinação Internacional?

Alguns países, como Estados Unidos, Reino Unido e Portugal, não fazem questão da apresentação do certificado. Por outro lado, em países como Austrália, Bahamas, Colômbia, África do Sul e Tailândia não é permitida a entrada sem o documento, nem mesmo para uma simples conexão de quem estiver só de passagem.

A lista com os países que exigem o certificado está disponível no site da Anvisa. Se tem alguma dúvida se o país para onde vai viajar exige o CIVP, confira na lista.

Quem precisa da Carteira de Vacinação Internacional?

Precisam do Certificado Internacional de Vacinação somente pessoas que estão viajando com destino ou escala/conexão em países que exigem a proteção da febre amarela ou outras doenças.

ATENÇÃO: Crianças a partir de 9 meses já precisam do documento. A Anvisa só emite o certificado para pessoas que se vacinaram no Brasil.

É necessário renovar o Certificado de Vacinação antigo?

Não é preciso renovar o certificado. Todos os CIVP novos e antigos têm validade para toda vida, conforme site da OMS.

Febre amarela: tire suas dúvidas!

O que é febre amarela?

A febre amarela é uma doença transmitida por mosquitos em áreas de mata a pessoas não vacinadas. A vacinação está disponível nos postos de saúde de todo o país e é recomendada para pessoas que habitam ou visitam áreas com risco.

Como sei se a dose da vacina da febre amarela que tomei foi fracionada ou não?

No comprovante de vacinação de quem receber a dose fracionada, constará a informação. Lembrando que a vacina fracionada da febre amarela não vale para viagens ao exterior, somente a dose única!

Dose fracionada da febre amarela vale para viagem ao exterior?

Não, a dose fracionada da vacina contra a febre amarela não vale para viagem ao exterior, sendo necessário tomar a dose padrão. Com ela você poderá emitir o seu certificado internacional.

A Anvisa aplica a vacina da febre amarela?

Não. As unidades da Anvisa somente emitem CIVP e não realizam a vacinação. Toda a vacinação de febre amarela é realizada na rede pública e serviços privados. Confira a lista dos serviços credenciados públicos e privados que realizam a vacinação contra a febre amarela e emitem o CIVP.

O que é dose fracionada da vacina contra febre amarela?

A dose fracionada da vacina contra a febre amarela não vale para viagem ao exterior. É a utilização de um quinto (1/5), ou seja 0,1 ml, de uma dose padrão (0,5 mL) da vacina febre amarela. Retira-se do frasco da vacina uma dosagem menor da que habitualmente é utilizada. A proteção e segurança da dose fracionada é a mesma que a da dose padrão. Entretanto, a vacina fracionada tem uma proteção, segundo o Ministério da Saúde, de 8 anos, enquanto a dose padrão tem uma proteção para toda a vida.

Qual é a diferença da dose fracionada para a dose padrão?

A dose fracionada da vacina contra a febre amarela não vale para viagem ao exterior. A diferença está na dosagem e no tempo de proteção. Na dose padrão será aplicado 0,5 mL da vacina febre amarela, enquanto da dose fracionada será aplicado 0,1 mL. O tempo de proteção da dose padrão é para toda a vida, já a dose fracionada tem duração de pelo menos 8 anos. Quem define o esquema de vacinação é o Ministério da Saúde.

Não posso tomar a vacina contra febre amarela. O que devo fazer?

Para casos em que a vacinação da febre amarela ou a profilaxia for contraindicada, o viajante deve apresentar um atestado médico de isenção de vacinação, escrito em inglês ou francês. A Anvisa disponibiliza um modelo de atestado de isenção, mas ele pode ser apresentado em outro modelo, desde que com as mesmas informações. Quem deve preencher é o médico, contraindicando a vacina. O Regulamento Sanitário Internacional (RSI) estabelece que as autoridades de saúde de outros países devem considerar esse documento.

Quem não pode tomar a vacina contra febre amarela?

A vacina da febre amarela é contraindicada para crianças menores de seis meses, idosos acima dos 60 anos, gestantes, pessoas com alergia grave a ovo, pessoas que vivem com HIV e que tem contagem de células CD4 menor que 350, pessoas portadoras de doenças autoimunes, pessoas submetidas a tratamento com imunossupressores (que diminuem a defesa do corpo), mulheres que amamentam crianças de até seis meses, pacientes em tratamento de câncer e pessoas imunodeprimidas.

Em situações de emergência epidemiológica, vigência de surtos, epidemias ou viagem, o médico vai avaliar o benefício e o risco da vacinação para estes grupos.

Quanto tempo dura a vacina da febre amarela?

Quem já foi vacinado ao menos uma vez contra a febre amarela (com a dose padrão/não fracionada) não precisa tomar a vacina novamente. Ela já é suficiente para proteger contra a transmissão da doença por toda a vida.

 

Fonte: Melhores Destinos
Foto: Canva

Últimas notícias

Brasil e Aruba voltam a ter voos diretos

Brasil e Aruba voltam a ter voos diretos

A Gol anunciou que a partir de 18 de dezembro terá uma rota direta entre São Paulo e Aruba, no Caribe. Na alta temporada, os voos devem acontecer três vezes por semana, às segundas, quartas e aos sábados. As saídas do Aeroporto de Guarulhos serão às 15h com chegada ao...

ler mais
Share This